ConverGente
Saulo Bueno fala sobre desenvolvimento pessoal e assuntos do cotidiano
Aprenda a dizer não!
Aprenda a dizer não!
Nem sempre é fácil abdicar-se da imagem de bonzinho, parar, respirar e dizer não. Porque as pessoas preferidas para servirem de escora - sem que se deem conta - são aquelas que só falam sim. Sim para um favor, para um compromisso, para deixar seu serviço de lado e ajudar o colega de trabalho a descascar pepinos. Sim para esquivar-se de si próprio e colocar a vontade alheia em primeiro lugar. E nesta bondade toda a personalidade da pessoa se flagela, já que nunca está preparada para se impor. Não falo de se impor com petulância ou prepotência, mas de ser precisamente firme para dizer não quando algo for um incômodo. Não quero, não posso, não vou, não dá.
Líderes e gestores de sucesso são um exemplo unânime de imposição. Já parou para pensar que eles estão a todo o tempo delegando? Delegar é uma forma de dizer não, de impor limites do que é possível ou não ser feito. Por isso, eles estão nos cargos em que estão. A arte de dizer não e delegar tarefas, é algo que exige competência e autoconfiança. E essas qualidades só se adquire com esforço, estudo, treinamento.
É neste ponto que quero chegar: se você se considera o bonzinho da corte (para não dizer o bobo) e se sente incapaz de dizer não, está na hora de enfrentar seus paradigmas e começar a se auto afirmar. Porque quem se impõe, se valoriza. Quem se impõe conquista o seu lugar ao sol.
E se valorizar no ambiente hostil em que convivemos no dia a dia é essencial. Com a auto valorização nos tornamos indivíduos mais concisos, confiantes e capazes de lidar com as adversidades. Qual o problema de negar um favor a um amigo próximo ou a um familiar? O que tem de errado em rejeitar aquele convite para sair, já que você simplesmente não está a fim de ir? Por que não parar de trabalhar para seu colega e deixar que cada um cuide de suas tarefas?
Precisamos entender que dizer não está longe de ser uma atitude egoísta. Isso demonstra amor próprio e racionalidade ao definir prioridades. Porque quem abraça tudo o que aparece acaba não dando conta de nada. Quem vive de um sim após o outro jamais será levado o sério. Para sermos respeitados devemos nos respeitar primeiramente, e um bom começo é dizer quando quiser em alto e bom tom: não! E aí, quantas vezes você já se impôs hoje? 
Saulo Bueno é graduado em administração de empresas com experiência comercial, professor de espanhol e blogueiro amador.
SIGA O SAULO NAS REDES SOCIAIS: Facebook | Instagram
comentários Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para o Artigo. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2020 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia