Publicidade
Publicidade
Publicidade
Em Brasília, CNBB lança Campanha da Fraternidade 2016
Lema deste ano é "Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca"
Em Brasília, CNBB lança Campanha da Fraternidade 2016
Cerimônia aconteceu na sede da CNBB, em Brasília (Foto: Agência Brasil)
A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic) lançaram hoje (10), Quarta-feira de Cinzas, a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016. O tema deste ano é "Casa Comum, Nossa Responsabilidade", e o lema "Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca", com foco no saneamento básico, no desenvolvimento, na saúde integral e na qualidade de vida.
Dados divulgados pelo Conic mostram que, mesmo figurando entre as maiores economias do mundo, o Brasil tem mais de 100 milhões de pessoas sem saneamento básico. “O Estado brasileiro tem deficiência na prestação de serviços relacionados ao tratamento da água e do esgoto e à coleta de lixo”, informou a CNBB.
A abertura oficial da campanha aconteceu às 10h30, na sede da CNBB, em Brasília, com transmissão ao vivo por emissoras católicas de rádio e televisão. A cerimônia foi presidida pelo bispo da Igreja Anglicana do Brasil e presidente do Conic, dom Flávio Irala. Participaram ainda diversas autoridades religiosas e civis, como o arcebispo de Brasília e presidente da CNBB, dom Sergio da Rocha, e o ministro das Cidades, Gilberto Kassab.
 
CAMPANHA ECUMÊNICA
A primeira campanha da fraternidade ecumênica foi realizada em 2000, com o tema "Dignidade Humana e Paz" e lema "Novo milênio sem exclusões". A segunda, em 2005, teve como tema "Solidariedade e Paz" e lema "Felizes os que promovem a paz". A campanha de 2010 tratou de "Economia e Vida", a partir do lema "Vocês não podem servir a Deus e ao dinheiro".
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia