Publicidade
Publicidade
Publicidade
Mais uma enchente assola Lençóis Paulista
Levantamento feito pelo O ECO mostra que todas as vezes que Rio Lençóis enche o enredo é o mesmo: chuva forte e represas
Os arquivos do Jornal O ECO registram as enchentes vividas pelos moradores de Lençóis Paulista e os prejuízos causados, principalmente na avenida 25 de Janeiro e Vila Contente. O problema com enchente começou na década de 70. Dizem alguns memorialistas que foi depois que o curso do rio foi alterado. Durante o processo de urbanização da cidade, na década de 50, o leito do Rio Lençóis foi desviado para onde está hoje. Outra alteração em seu curso também foi feita para retificar suas curvas, já na década de 80.
O primeiro registro de enchente é de março de 1974, mas a primeira situação mais grave ocorreu em 1975, mais precisamente no dia 30 de novembro. A reportagem publicada no jornal O ECO, na edição de 7 de dezembro de 1975, com o título “Enchente que marca época” conta que no trecho entre a Estação de Tratamento de Água até o Paradão, a margem do rio chegou a ficar com 50 metros de largura. Em 1975, a rua também ficou alagada e vários prédios comerciais ficaram cobertos por lama. A água potável sumiu das torneiras e o abastecimento ficou prejudicado. Nesse dia, a ponte Princesa Izabel, na avenida Nove de Julho, também foi avariada.
A mesma história se repetiu em fevereiro de 2006, março de 2008 e janeiro de 2011.
Esta semana, Lençóis Paulista e seus moradores viveram o mesmo drama. A diferença para 2016 é de que esta está sendo considerada a maior enchente já vista. Primeiro porque choveu muito em Agudos, Borebi e Lençóis e segundo porque houve o rompimento de 16 represas ou açudes nos três municípios. Ou seja, no enredo ensaiado, o que mudou foi o número de represas rompidas.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia