Publicidade
Publicidade
Publicidade
Profissão: youtuber
Apaixonada pelos livros, lençoense mantém canal literário no Youtube
Profissão: youtuber
EM FOCO - Mari Zillo comenta sobre o universo da literatura em seu canal no Youtube (Foto: Gabriel Cochi/ O Eco)
Desde que a internet se expandiu e se popularizou em todo mundo, a comunicação rompeu a barreira da formalidade e deu a qualquer pessoa o poder da palavra. A cada ano, novas plataformas e recursos surgem, mais usuários entram de forma efetiva para o mundo virtual e muitos deles deixam de ser simples expectadores para assumir o papel de produtor de conteúdo, comunicador.
Os blogs, que tiveram um "boom" entre 2005 e 2010 e cativaram uma audiência considerável são um exemplo claro disso. O mesmo se observa hoje com o grande crescimento do Youtube, que já ultrapassou a marca de um bilhão de usuários em todo o planeta. A grande maioria, diga-se, é de expectadores, mas uma quantidade bem expressiva de pessoas utiliza a plataforma para dar vazão as suas ideias e falar sobre assuntos diversos. São os chamados youtubers, ou, no caso da lençoense Mariana Prado Zillo, booktubers, que é o nome dado aos youtubers que têm canais dedicados à literatura.
Mari, que tem 18 anos, conta que sempre foi apaixonada pelos livros e já leu tantos que nem faz ideia da quantidade nem tampouco se arrisca a dizer qual o seu preferido. No canal "Primeiros Espaços", que mantém há cerca de dois anos e meio, ela fala sobre suas experiências literárias e dá sua opinião sobre os títulos que lê. A ideia surgiu justamente a partir de um blog literário - também chamado "Primeiros Espaços" -, onde publicava os textos que escrevia.
"A partir do blog eu conheci os canais no Youtube que falavam de livros e comecei a acompanhar. Foi quando percebi que a minha plataforma preferida era aquela. Eu não me sentia muito motivada a escrever porque não conhecia muitas pessoas que escreviam em blogs, mas no Youtube é diferente", explica.
Hoje, depois de quase 100 vídeos publicados, o jeito um pouco inibido do início deu lugar à desenvoltura diante da câmera e o canal, que já tem mais de três mil inscritos, contabiliza cerca de 40 mil visualizações, 9 mil apenas em um vídeo. A visibilidade resultou em parcerias com editoras que enviam os lançamentos para que ela leia e comente.
O envolvimento com o mundo das letras a fez querer seguir na área profissionalmente, não como escritora, apesar de já ter tido a experiência de publicar contos na Antologia dos Escritores Lençoenses, mas na área de produção. “Não tenho a pretensão de ser escritora. Até já tive, mas os projetos que eu tenho agora estão na gaveta. Minha vontade no momento é trabalhar em uma editora e ajudar na edição e publicação de livros”, comenta.
Na segunda-feira, aliás, Mari se muda para São Paulo, onde vai cursar Produção Editorial na Universidade Anhembi Morumbi. O que terá pela frente na vida nova ela não sabe, mas uma coisa é certa, o Youtube não vai sair de sua vida. “É uma mudança muito grande e espero crescer muito. Pode ser que diminua o tempo livre, mas não pretendo parar de fazer vídeos. A gente sempre acaba dando um jeito aos finais de semana”, ressalta.
Quem quiser conhecer um pouco sobre Mari pode acessar os eu canal no Youtube pelo endereço: www.youtube.com/user/PrimeirosEspacos.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia