publicidade
EFAC negocia ampliação da rede para outros estados
Com mercado da beleza em crescente desenvolvimento, franquia prevê o dobro de faturamento este ano
EFAC negocia ampliação da rede para outros estados
EXPANSÃO - Diretora da EFAC, Marta Rocha, quer ampliar a rede para outros estados em 2017 - Foto: Divulgação
Com 17 anos de experiência no ramo da beleza e atuando há quatro no mercado de franquias, a EFAC - Formação Profissional, com sede em Lençóis Paulista, é um exemplo claro de que a crise tem passado longe do setor de franchising no Brasil. No ano passado, a empresa registrou faturamento 80% maior do que em 2015, desempenho 10 vezes superior à média de crescimento no país, que, de acordo com dados divulgados pela ABF (Associação Brasileira de Franchising), foi de 8% em 2016 - com faturamento estimado em cerca de R$ 150 bilhões.
O desempenho, segundo Marta Rocha, fundadora e diretora-presidente da rede, se deve a diversos fatores, como o investimento em contratação e capacitação contínua de profissionais das áreas de vendas, planejamento e ensino; o aprimoramento dos planos de aula, materiais didáticos; a modernização da estrutura das unidades; o suporte técnico e estratégico aos franqueados; e, claro, a própria experiência adquirida ao logo dos anos.
Oferecendo cerca de 40 cursos de formação e especialização na área da beleza, a rede de franquias EFAC, que conta atualmente com sete unidades no estado de São Paulo - Lençóis Paulista, Avaré, Bauru, Botucatu, Jaú, Marília e Sorocaba -, vem se destacando entre as melhores do país nos últimos anos e já formou cerca de 20 mil profissionais, sendo que apenas para o primeiro semestre de 2017 já tem 3,3 mil novos alunos matriculados.
Para a diretora, o sucesso também pode ser atribuído, em parte, à própria crise econômica, já que com o desemprego crescente e a falta de oportunidade no setor privado muitas pessoas têm se tornado empreendedoras. "Não sentimos a crise, pelo contrário. Muitas pessoas que sofrem com o desemprego e estão buscando recolocação no mercado de trabalho estão indo para a área da beleza que é muito promissora. Prova disso são as pessoas que formamos, que, em sua grande maioria, estão empregadas ou abriram seus próprios negócios", ressalta.
O crescimento contínuo do segmento, além de fazer com que o mercado absorva com facilidade novos profissionais, garante, segundo a empresária, uma ótima oportunidade de negócio para os que investem no mercado de formação. "O mercado de franquias cresceu, o mercado da beleza cresceu e o mercado de formação cresceu ainda mais. Temos investido cada vez mais em qualidade, visando sempre que nossos alunos tenham a melhor formação e que nosso franqueados tenham ótima lucratividade. Em 2017 temos previsão de dobrar o faturamento", comenta a empresária que revela que existem negociações para a implantação de unidades nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Paraná, além das regiões Norte e Nordeste.
"Trabalhamos para crescer solidamente. Até agora nos concentramos em estruturar a rede e a metodologia de ensino, a partir de agora, vamos investir na expansão", finaliza.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2019 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia