Publicidade
Publicidade
Publicidade
Prefeitura encerra licitação para Projeto de Gestão de Efluentes
Recursos são oriundos do Fehidro e valor total do convênio é de R$ 469 mil
Prefeitura encerra licitação para Projeto de Gestão de Efluentes
OBRA - Dito Martins, diretor de Meio Ambiente, que objetivo é encerrar aterro desativado de Lençóis - (Foto: Elton Laud/OECO)
A Diretoria de Agricultura e Meio Ambiente informou que o Projeto de Gestão de Efluentes da Unidade de Serviços Municipais, aprovado junto ao Fundo Estadual de Recursos Hídricos (Fehidro) em 2015, acaba de ser licitado pela Prefeitura. Na unidade já funcionam a Usina de Asfalto, fábrica de artefatos de concreto, aterro de lixo, usina de triagem de lixo, usina de processamento de entulho e aterro de entulho. O valor total do convênio é de R$ 469.034,04, dos quais R$ 433.505,64 são recursos do Fehidro e R$ 35.528,40 a contrapartida da Administração Municipal.
De acordo com o Diretor de Meio Ambiente, Benedito, Benedito Luiz Martins, o projeto consiste em realizar o encerramento do aterro desativado, com o objetivo de promover a regularização do maciço com condução das águas de chuvas para fora da área do aterro através de canaletas de captação e condução que serão construídas e plantio de grama nos taludes do aterro.
O Diretor explica que as águas serão conduzidas para uma lagoa de contenção de águas pluviais, que também será construída nesta etapa. Os galpões mais antigos receberão a aplicação de manta de impermeabilização e todos os galpões (antigos e novos) terão a implantação de dispositivo de captação de água de chuva, que será armazenada em cisternas para uso nos serviços de limpeza da unidade.
As fossas sépticas antigas serão substituídas por fossas sépticas modernas. Na usina de asfalto será construída uma caixa de separação de água e óleo, mais a construção de caixa de separação de sólidos para evitar que materiais sejam carreados para a lagoa de captação de águas pluviais.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia