publicidade
Bolsonaro confirma favoritismo e vence Haddad nas urnas
Candidato do PSL foi eleito no segundo turno com mais de 57,7 milhões de votos
Bolsonaro confirma favoritismo e vence Haddad nas urnas
LOCAL - Mais de 83% dos eleitores lençoenses escolheram Bolsonaro como presidente (Foto: Divulgação)
Jair Bolsonaro (PSL) confirmou o favoritismo revelado pelas pesquisas dos principais institutos do Brasil e derrotou Fernando Haddad (PT) na disputa pela Presidência da República. No segundo turno das eleições gerais deste domingo (28), o deputado federal pelo Rio de Janeiro obteve mais de 57,7 milhões de votos (55,13%), com vantagem superior a 10 milhões de votos sobre o adversário, escolhido por 47 milhões de eleitores (44,87%).
Segundo dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o presidente-eleito saiu vitorioso em 15 estados (Acre, Amapá, Amazonas, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima, Santa Catarina e São Paulo) e no Distrito Federal. Já Haddad, venceu em 11 estados (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins).
No estado de São Paulo, Bolsonaro conquistou 15,3 milhões de votos (67,97%) contra 7,2 milhões de Haddad (32,03%). Na contagem por cidades, o candidato petista levou vantagem, vencendo a disputa em 2.810 cidades, contra 2.760 do novo presidente. Em todo o país o número de abstenções ultrapassou os 31,3 milhões (21,3%). Os votos brancos somaram 2,4 milhões (*2,14%); já os nulos totalizaram 8,6 milhões (*7,42%). Até o fechamento dessa matéria, 99,9% das urnas haviam sido apuradas.
AMPLA VANTAGEM EM LENÇÓIS
Com pouco mais de 49 mil eleitores, Lençóis Paulista registrou neste domingo (28) o comparecimento de 39.177 pessoas às urnas (79,89%), o que indica abstenção de 9.864 eleitores (20,11%). Jair Bolsonaro obteve ampla vantagem nas 178 seções da cidade, com 29.023 votos (83,17%) contra 5.874 de Haddad (16,83%). Na cidade, 1.097 pessoas votaram em branco (*2,80%); outras 3.183 anularam o voto (8,12%).
* O percentual indicado considera os votos totais; nos demais casos a porcentagem se refere aos votos válidos.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2019 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia