Publicidade
Publicidade
Publicidade
Vítimas da enchente começam receber materiais de construção
De acordo com a Assistência Social, 32 benefícios sociais já foram liberados; diretoria ainda tem cerca de 150 requerimentos
Vítimas da enchente começam receber materiais de construção
AJUDA - Rosa Maria Alexandrina e servidor José Medola, na entrega de materiais de construção a moradora afetada pela enchente - (Foto: Divulgação)
A Prefeitura Municipal iniciou a entrega de materiais de construção para as famílias que tiveram suas casas atingidas pela enchente nos dias 12 e 13 de janeiro em Lençóis Paulista. O valor máximo é de dois mil reais, definido pelo Conselho Municipal de Habitação e está sendo utilizado para aquisição de materiais de construção que servirá para colaborar na recuperação de suas moradias. O Auxílio é concedido às famílias proprietárias de um único imóvel atingido pela enchente e que nele reside, com renda de três salários mínimos.
De acordo com a diretora da pasta, Elizabeth Athanásio, das pessoas que entraram com requerimento no mês de fevereiro, 32 já foram atendidas, sendo uma com aluguel social, ajuda de custo de locação para 21 pessoas e auxílio material de construção para 10 pessoas. 
Ainda segundo dona Beth, 17 pessoas procuraram a Assistência, mas desistiram porque não se enquadravam no benefício social. Elizabeth Athanásio, disse que a partir da próxima semana, a Diretoria de Assistência e Promoção Social passa a analisar outros 150 requerimentos de pessoas que apresentaram seus requerimentos no mês de março.
Para oferecer o benefício social auxílio material de construção, a Prefeitura Municipal realizou processo licitatório, cujo vencedor, foi a loja de materiais Moretto. Os recursos para o auxílio são oriundos do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social. 
Assim, quem foi atingido pela enchente poderá contar com o benefício convertido em itens básicos de construção, como areia, pedra britada, cimento, cal, tijolo baiano, ferro redondo, tinta esmalte, tinta látex, porta, piso cerâmico, argamassa, entre outros, ajudando na reconstrução de áreas danificadas.
A liberação do Auxílio Material de Construção é feito após avaliação técnica e social. As famílias recebem uma autorização, com todas as informações sobre o valor, procedimento e o local para a aquisição do material. Também poderão escolher os itens para a reconstrução de seus imóveis, dentre aqueles que constarem na lista de preços registrados pela Prefeitura Municipal.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia