Publicidade
Publicidade
Publicidade
'Caça ao Tesouro' ensina a crianças o combate ao Aedes aegypti
Em 2016, foram registrados 16 casos de dengue, sendo 9 autóctones e 7 importados; foram 86 notificações
Começou a ser desenvolvido em abril o projeto 'Caça ao Tesouro' com alunos da rede municipal de ensino. A ação é uma parceria das Diretorias de Saúde e Educação e tem como objetivo ensinar as crianças o combate ao Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. Em 2016, foram registrados 16 casos de dengue, sendo 9 autóctones e 7 importados. 21 exames aguardam resultado. O município teve 86 notificações desde o início do ano.
O projeto envolve os alunos das etapas 1 e 2 do ensino infantil e primeiro ano do ensino fundamental. Nas escolas, os agentes organizam uma gincana. Através de figuras, vão desvendando as pistas para chegar ao tesouro, que é uma cartilha que ensina como impedir a proliferação do mosquito vetor. A cartilha será trabalhada posteriormente em sala de aula.
“Montamos essa gincana para que as crianças sintam, na prática, como é a experiência de buscar um criadouro do Aedes aegypti, que muitas vezes não está visível”, explica a enfermeira Sandra Ester Alves Correa, responsável pelo Departamento de Informação e Educação da Diretoria de Saúde.
A gincana já passou pelas escolas Marcelino Dayrrel Queiroz, no Jardim Nações, Professora Lina Bosi Canova, no Jardim Ubirama, e Philomena Briquesi Boso, em Alfrendo Guedes, atingindo mais de 200 crianças.
 
Fique atento às próximas gincanas:
- Emei Maria Cordeiro Fernandes Orsi (Cecap)
14 de abril, às 7h30 e 13h
- Creche Maria Inez Crepaldi (Monte Azul)
20 de abril
- Emei Prof. Nelson Brollo (Monte Azul)
20 de abril
- Emef Prof. Edwaldo Roque Bianchini (Cecap)
6 de maio, às 8h e 13h
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia