Publicidade
Publicidade
Publicidade
Viação Mourão para e Prata assume transporte intermunicipal
Tarcisio foi até o Expresso de Prata, negociar a entrada emergencial da empresa na linha; Artesp prepara nova licitação
Viação Mourão para e Prata assume transporte intermunicipal
MOURÃO - Empresa tradicional de Lençóis Paulista interrompeu transporte entre Lençóis, Macatuba, Pederneira e Barra (Foto: Gabriel Cochi)
Desde a tarde da última quarta-feira os moradores das cidades da região estão sem o transporte de ônibus intermunicipal que até então era executado pela Viação Mourão e ligava Macatuba, Lençóis Paulista, Pederneiras e Barra Bonita. De acordo com informação prestada pela assessoria de imprensa da Artep (Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo), a empresa decidiu encerrar a prestação de serviços alegando falta de passageiros. Tarcisio Abel (PP), prefeito de Macatuba, uma das cidades mais atingidas pela interrupção do transporte, disse ontem a O ECO que pelo menos 200 macatubenses usavam o serviço diariamente, o que o levou a entrar em contato com a reguladora em busca de providências.
Ontem pela manhã, Abel reuniu-se com a prefeita Bel Lorenzetti (PSDB) e com ela elaborou um ofício conjunto em que solicitam ao Expresso de Prata S/A estudar a possibilidade de assumir emergencialmente as linhas da Mourão com a finalidade de garantir a prestação do serviço à população. 
À tarde, Abel acompanhado dos vereadores macatubenses Ricardo Genovez (PV), Wilson Barbirato (PPS) e Julio Cesar Saez (PP) foram a Bauru, onde se reuniram com a direção da empresa, formulando a proposta de atuação na área. O prefeito disse ter decidido procurar pelo Prata porque é uma empresa tradicional em nossa região, com décadas de bons serviços prestados e com registro e conformidade com as exigências da agência reguladora. 
Falou também que já fez contato com os prefeitos de Pederneiras e Barra Bonita, que também deverão participar das tratativas para buscar uma solução definitiva do problema que é comum dos moradores dos quatro municípios que, com a falta do ônibus são prejudicado na locomoção para o trabalho, o estudo e outras atividades intermunicipais.
ARTESP
Respondendo à consulta de O ECO, a Artesp informou que, ao tomar conhecimento do problema gerado com a interrupção dos serviços, a agência imediatamente passou a estudar possibilidades para manter a prestação de serviços aos usuários e poderá acionar outra empresa para operar de forma emergencial. E que, paralelamente, está em curso preparação do edital para licitação de novas linhas intermunicipais. No momento, a Artesp está analisando as sugestões e críticas feitas durante o processo de consulta pública já realizado.
O prefeito Tarcisio Abel informa que está mantendo conversações com a Artesp para obter a solução mais rápida para o problema. E orienta os usuários prejudicados a enviar suas queixas à reguladora. 
FECHADA
Depois de várias tentativas de contato telefônico, a reportagem de O ECO foi até a sede da Viação Mourão, na rua XV de Novembro nº 13, mas não encontrou ninguém no local, que permanece fechado e com os ônibus estacionados no pátio.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia