Publicidade
Publicidade
Publicidade
Diretores têm encontro com especialistas do DAEE para monitoramento
Um dos objetivos é criar sistema de alerta à população em caso de eventos de alta precipitação
Diretores têm encontro com especialistas do DAEE para monitoramento
ESTUDO - Antônio Silveira (diretor de Obras) e Benedito Martins (Meio Ambiente) tiveram encontro com especialista do DAEE - (Foto: Divulgação)
Os Diretores de Obras e de Meio Ambiente, Antonio Silveira e Benedito Martins, estiveram nesta quinta-feira, 05/05, no departamento de hidrologia do DAEE (Departamento de Água e Energia Elétrica), na Cidade Universitária, em São Paulo, para reunião com especialistas em hidrologia. O motivo do encontro foi obter informações sobre a possibilidade de desenvolvimento de um sistema de monitoramento do Rio Lençóis, com objetivo de criar um sistema de alerta à população em caso de eventos de altas precipitações, e também para estudos de ações estruturais e não estruturais que possam eliminar ou mitigar os impactos causados pelas inundações.
Na reunião ficou estabelecido que técnicos do setor de hidrologia do DAEE, com apoio da Prefeitura Municipal, iniciarão estudos das ações que poderão ser implementadas para monitorar o comportamento do Rio Lençóis nos momentos de precipitação a montante da cidade. 
Existe a possibilidade de realizar o monitoramento da vazão e do nível do rio através do uso de tecnologias específicas. O Diretor de Meio Ambiente explica que “nos momentos de precipitação, acima da cidade, tem-se condições de coletar dados que, ao longo do tempo, poderão fornecer uma modelagem que possibilitará prever o provável comportamento do rio na área urbana”.
O uso destas tecnologias depende de um estudo mais detalhado da bacia hidrográfica do Rio Lençóis, pois, a efetividade da modelagem a partir dos dados obtidos depende das características da bacia hidrográfica. Nestas condições, os dados obtidos devem ser compilados e interpretados. Em função das características da bacia hidrográfica, pode não haver possibilidade de alerta em tempo hábil. Ressaltando que uma modelagem de sistema de alerta é desenvolvida ao longo de alguns anos, através do compilamento de dados e seu uso para interpretação e planejamento.
O DAEE apresenta um Sistema de Informações das Bacias Hidrográficas, denominado SIBH, sendo que estes estudos viabilizarão informações mais detalhadas sobre a bacia do Rio Lençóis. Os diretores da Prefeitura estiveram na sala do SIBH para conhecimento de como se dá o funcionamento do sistema. (com informações da assessoria de comunicação)
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia