Lençoense é finalista de concurso do Banco do Brasil
Willian Douglas de Melo, foi um dos 100 selecionados entre mais de 200 mil inscritos
Lençoense é finalista de concurso do Banco do Brasil
HUMILDADE - Jovem de 25 anos conta que o trabalho manual já foi sua única fonte de renda (Foto: Flávia Placideli/O ECO)
Reconhecimento, valorização e oportunidade de recomeçar. Foi com base nesses conceitos que o Banco do Brasil lançou na internet o concurso “Valorize seu talento”. Para participar, cada candidato precisou produzir um vídeo explicando qual o seu talento e como ele poderia ser transmitido a outras pessoas. Os autores dos 100 melhores trabalhos foram selecionados para a fase final. Entre eles está um lençoense.
Willian Douglas de Melo, de 25 anos, concorre na categoria “Faça você mesmo”, na qual, através de uma videoaula de cerca de 15 minutos de duração, explica e ensina ao público o processo de produção artesanal de alianças, utilizando moedas antigas como matéria-prima. A técnica, bastante interessante, começou a ser trabalhada por ele há mais ou menos cinco anos.
“Sempre procurei formas de complementar a renda familiar. Comecei vendendo alianças banhadas a ouro, porém, tinha muitos problemas com a qualidade delas. Foi quando tive a feliz ideia de fazer minhas próprias alianças, tudo porque uma vez, quando criança, minha mãe me disse que ganhou uma aliança feita com uma moeda de prata antiga”, explica o jovem.
Ele conta que foi estudar e entender um pouco mais sobre a técnica, mas que nunca fez nenhum tipo de curso para isso. Todo o aperfeiçoamento foi adquirido através de muitos erros e acertos. “Não foi nada perfeito ou imediato, várias encomendas não davam certo, mas sempre procurei resolver meus problemas e me aperfeiçoar. A verdadeira técnica aprendi escutando críticas de meus clientes”, comenta.
O jovem, que hoje trabalha na área de tecnologia da informação, utiliza o trabalho manual como uma fonte de renda extra, mas nem sempre foi assim. “Eu gostaria muito de dedicar essa entrevista ao meu filho Guilherme, que é o principal motivo de eu permanecer sempre focado e com vontade de ser uma pessoa melhor. Quando ele estava para nascer, esse trabalho foi primordial para nossos gastos naquele momento”, destaca.
Sobre o concurso, o jovem conta que viu o anúncio na televisão e ficou muito empolgado para participar. “Eu resolvi me inscrever e queria muito estar entre os selecionados, mas não esperava conseguir. Afinal, foram feitas mais de 200 mil inscrições e apenas 200 pessoas passaram para a segunda fase. Na etapa final, participam apenas 100 candidatos”, pontua.
Os vencedores do concurso “Valorize seu talento” serão eleitos por voto popular. Por isso, o lençoense conta com a ajuda da população para estar entre os premiados. Para apoiar o jovem, basta acessar o site www.valorizeseutalento.com.br, pesquisar por Willian Douglas de Melo no campo indicado e seguir as instruções. A votação fica aberta até a próxima quarta (26). O resultado final sai no dia 6 de março.
“Ganhar o prêmio é muito importante, mas acredito que o mais importante é motivar as pessoas. Acredito que essa atividade possa gerar uma fonte de renda extra para quem precisa, assim como foi para mim. Quando a gente exerce um trabalho com humildade e perseverança, consegue conquistar tudo o que precisa. Espero realmente que meu vídeo sirva de exemplo para aqueles que estão desempregados ou que precisem de uma renda extra”, finaliza.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2020 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia