Encenação da Paixão de Cristo comemora 50 anos
Grupo de Teatro Padre José Corsini celebra a data com exposição de fotos e ensaios para a Sexta-feira Santa deste ano
Encenação da Paixão de Cristo comemora 50 anos
PREPARAÇÃO - Grupo de Teatro Padre José Corsini inicia os preparativos para mais uma encenação da Paixão de Cristo (Foto: Arquivo/O ECO)
Na semana em que os católicos deram início à Quaresma, época de reflexão e preparo espiritual para a Páscoa, o Grupo de Teatro Padre José Corsini, de Macatuba, segue com os ensaios para a tradicional encenação da Paixão de Cristo. Neste ano, a apresentação tem uma emoção diferente, afinal o grupo completa 50 anos de fundação. É o Jubileu de Ouro da principal atração religiosa, cultural e turística do município.
Foi no dia 27 de março de 1970 que católicos, com o apoio do padre José Corsini, encenaram pela primeira vez a Paixão e Morte de Cristo para os fiéis da Paróquia Santo Antônio, em Macatuba. Na época, Doralice Maria Artioli, atual coordenadora do grupo, recebeu o papel de interpretar Maria. “Foi uma responsabilidade muito grande”, relembra.
Ao longo desses 50 anos, Doralice, que sempre esteve presente, comenta que a encenação passou por várias transformações: de palco, cenário, roupas, personagens e adaptações de falas. “É uma responsabilidade muito grande contar uma verdade. Todo ano a gente perde alguém para Deus ou para o mundo. Mas todo ano a gente colhe uma flor nova e isso é o Jardim do Éden”, conta Doralice.
JUBILEU DE OURO
Para manter a tradição e encantar mais uma vez os moradores de Macatuba e região, o Grupo de Teatro se reúne desde o final do ano passado para definir os papeis e ensaiar.  “São de 140 a 150 voluntários. Já está tudo encaminhado. Os ensaios são aos sábados à noite e no domingo de manhã, além dos reforços de postura e dicção”, explica Doralice.
Lara Cardoso Mariano Pereira, secretária de Cultura e Esporte explica que devido aos preparativos para a dramatização a estrutura dos palcos está sendo montada na Rua São Paulo, em frente à Igreja Matriz de Santo Antônio. “Pedimos que os moradores entendam que foi preciso interditar a rua para que sejam evitados acidentes com os profissionais que estão trabalhando na estrutura. Outra informação importante é que estamos buscando o selo de MIT (Município de Interesse Turístico) para Macatuba e a Paixão de Cristo é o evento mais importante neste calendário”, ressalta.
As atividades teatrais seguem a liturgia da Igreja Católica e na Semana Santa serão dramatizados os principais aspectos bíblicos, como a entrada de Jesus em Jerusalém (no domingo, dia 5 de abril), a cerimônia de Lava-Pés (na quinta-feira, dia 9), a encenação da Paixão e Morte de Cristo (na sexta-feira, dia 10) e a ressurreição (no sábado, dia 11).
O maior público é esperado para a Sexta-Feira Santa, quando o Grupo de Teatro Padre José Corsini realiza a representação do julgamento e crucificação de Jesus, com início às 16h, em frente à Igreja Matriz e conclusão no CEC (Centro Esportivo e Cultural) de Macatuba.
TRADIÇÃO
Apesar de estar no grupo há 50 anos, Doralice fala que a cada nova apresentação é uma emoção diferente. “Eu, como veterana, peço que os macatubenses não deixem essa herança morrer. É um orgulho para nossa Paróquia Santo Antônio, para a comunidade de Macatuba e para todos os padres e prefeitos que já passaram aqui. É um patrimônio histórico que não deve morrer nunca”, diz a macatubense, que revela que assim que acaba a encenação já fica com saudade.
Grupo reúne acervo para recordar as cinco décadas de história
O registro histórico dos 50 anos da Paixão de Cristo será eternizado em um documentário que vai ouvir os integrantes do Grupo de Teatro Padre José Corsini, coordenado por Doralice Maria Artioli. Serão resgatados, vídeos, fotos e depoimentos. Em paralelo, será montada uma exposição de fotos e objetos que vão retratar estes 50 anos de fé e evangelização.
“A exposição ficará na Paróquia Santo Antônio e depois deve passar em outros pontos”, diz a coordenadora do grupo. “Em um segundo momento vamos fazer uma exposição itinerante em todos os bairros. Em abril, vamos exibir o documentário dos 50 anos da Paixão de Cristo em Macatuba”, conta Lara Cardoso Mariano Pereira, secretária de Cultura e Esporte de Macatuba (com assessoria de imprensa).
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2020 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia