Confira a entrevista com Anderson Prado de Lima
Prefeito de Lençóis Paulista fala sobre peso da responsabilidade de estar à frente do combate à Covid-19
Confira a entrevista com Anderson Prado de Lima
BRAVA GENTE - “Sem dúvida nenhuma, eu não escolheria outro lugar para estar neste momento sombrio”, disse (Foto: Wagner Gonçalves/Divulgação)
Na última terça-feira (28), Lençóis Paulista completou 162 anos de emancipação político-administrativa, mas o que era para ser comemorado com muita festa, pela primeira vez na história foi restrito a um evento fechado na Sala de Sessões Mário Trecenti, que recebeu apenas autoridades locais para um ato cívico. Em tempos de pandemia, a cidade segue tomando as devidas precauções para evitar o avanço do novo coronavírus (Covid-19).
A batalha vem sendo bem-sucedida, com apenas seis casos confirmados até na quinta-feira (30), incluindo uma morte. No entanto, quem atua na linha de frente, seja cuidando da área da Saúde ou articulando outras estratégias de enfrentamento, ainda trata a situação com cautela, principalmente pela certeza de que a crise não termina com a diminuição da curva de contágio, pelo contrário. Nesta semana, quem aborda o assunto é o prefeito Anderson Prado de Lima (DEM).
O chefe do Executivo lençoense, que na última segunda-feira (27) completou 42 anos de idade, está no último ano de seu primeiro mandato e teve que interromper totalmente os planos que havia estabelecido para concentrar os esforços da Prefeitura Municipal no combate à pandemia. À reportagem do Jornal O ECO, ele falou sobre este e outros temas, incluindo as polêmicas sobre a renúncia de sua vice, Cíntia Duarte. Confira abaixo os principais trechos.
O ECO - Como é ser prefeito em tempos de pandemia? Você imaginava que teria que enfrentar esta crise em seu governo?
Anderson Prado de Lima - É uma pergunta difícil de ser respondida. É um momento único na história. Estamos acostumados a lidar com desafios do cotidiano, não com uma pandemia. Estar prefeito neste tempo é ser testado de várias formas. É ter a resistência, o caráter e a força testados em muitos níveis. Acredito que Lençóis Paulista, pela característica que tem, está correspondendo àquilo que foi proposto. Nossos números, para uma cidade de 70 mil habitantes, diante do maior investimento das últimas décadas na iniciativa privada (Bracell), são bons, com poucos casos positivados e um número de suspeitos dentro do razoável. A cidade está sabendo lidar com a situação, mas de nada adiantaria todo o esforço do Poder Público, no qual também incluo o Legislativo, se a população não tivesse aceitado nossas ideias e ações.
Clique abaixo, assine e confira a entrevista completa.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2020 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia