Publicidade
Publicidade
Publicidade
Festival Internacional chega a Lençóis com dois espetáculos
Renomadas companhias sul-americanas se apresentam na Casa da Cultura com entrada gratuita
Festival Internacional chega a Lençóis com dois espetáculos
CINEMA MUDO - Inspirado em Charles Chaplin e Cia, “Os cômicos de 900” chega à Casa das Cultura na terça-feira - (Foto: Divulgação)
Na terça e na quinta-feira da próxima semana, dias 24 e 26, a Casa da cultura Prof.ª Maria Bove Coneglian recebe duas atrações da 6ª edição do “Boneco Gira Boneco” - Festival Internacional de Teatro de Bonecos, evento que acontece simultaneamente em outras cinco cidades (Bauru, Botucatu, Lins, Pederneiras e Garça) com apresentações abertas ao público e gratuitas, comandadas por grupos do Brasil, Argentina, Chile, Colômbia e Espanha.
Na terça-feira, a partir das 20h, A Cia Teatro de Muñecos Animados El Chonchón (Argentina/Chile), que é uma das mais importantes companhias de teatro de bonecos de luvas da América Latina, faz uma homenagem aos cômicos do cinema mudo com a peça “Os cômicos de 900”, que tem classificação indicativa de oito anos. Na quinta-feira, no mesmo horário, a renomada Cia El Baú de la Fantasia (Colômbia) apresenta a peça “Manuelucho 100 Anos”, indicada a crianças a partir de 10 anos.
 
ESPETÁCULOS
Personificados por bonecos de luva, Charles Chaplin, Buster Keaton, Harold Lloys, Ben Turpin, Laurel e Hardy, são alguns dos que aparecem fazendo as pantomimas que integram “Os cômicos de 900”. O espetáculo, caracterizado pela típica trilha sonora do cinema mudo e colorido de branco, preto e cinza, é recheado de humor e ternura e indicado a toda a família.
Em “Manuelucho 100 Anos”, o personagem principal regressa a vida depois de setenta anos perambulando pelo inframundo, graças a um curandeiro e seus poderosos remédios capazes até de levantar um morto. De volta à Terra, Manuelucho chega com sua irreverência, parecendo um idiota ao castigar os injustos, namorar as mulheres e vencer até a mesmíssima morte.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia