Publicidade
Publicidade
Publicidade
Casal é preso por furto a loja de celulares
Segundo a PM, dupla teria furtado 70 aparelhos de loja no Centro de Lençóis Paulista
Casal é preso por furto a loja de celulares
AÇÃO - Parte de moto foi recuperada pela Polícia Militar; suspeito foi preso em flagrante, mas pagou fiança e foi liberado - (Foto: Divulgação)
Aproximadamente 70 aparelhos de celular foram furtados de uma loja de departamentos no Centro de Lençóis Paulista, na noite de terça-feira (24). De acordo com informações da Polícia Militar, a ronda contratada pela loja foi ao local quando o alarme disparou, mas quando chegou não havia ninguém. A Polícia Militar foi acionada para acompanhar a gerente até a loja, que contabilizou o furto de celulares. 
Durante patrulhamento pela região, um casal em atitude suspeita foi abordado com uma maleta. Quando perceberam a presença da polícia, eles se desfizeram do objeto que continha parte dos aparelhos e fugiram. Na casa da dupla, que era conhecida dos policiais, foram encontrados outros celulares. No total, foram apreendidos 46 celulares e o casal foi preso.
 
MOTO FURTADA
A Polícia Civil recuperou na tarde de quarta-feira (25) peças de uma motocicleta furtada no dia 16 de maio no Conjunto Habitacional João Zillo (Cecap). A motocicleta depenada havia sido recuperada pela Polícia Militar no dia seguinte ao furto em uma residência, segundo o investigador José Augusto Oller.
Ao cumprir mandado de busca e apreensão em uma residência os policiais localizaram o guidão, rodas e pneus do veículo instalados em outra motocicleta. 
O jovem foi encaminhado à Delegacia de Polícia, foi lavrado auto de prisão em flagrante por receptação, mas como o crime é afiançável, o jovem pagou fiança, foi liberado e vai responder o crime em liberdade. As peças da motocicleta foram devolvidas ao proprietário da motocicleta.
 
Justiça mantém jovem preso
A Justiça de Macatuba atendeu pedido da Polícia Civil e converteu a prisão em flagrante do jovem de 22 anos, em prisão preventiva até que seja liberada vaga em hospital psiquiátrico. Ele faz tratamento psiquiátrico e, no último domingo (22), espancou um religioso que conversava com o padrasto dele na porta de sua casa com uma barra de ferro. A vítima permanece internada e poderá ficar com sequelas.
A tentativa de homicídio ocorreu por volta das 10h, no Jardim Planalto. Segundo registro policial, o aposentado Francolino Donizetti Dias, de 60 anos, falava com o padrasto de H.Z. sobre temas religiosos quando o jovem, incomodado com a presença dele, pegou uma barra de ferro em formato de “S” que estava na calçada e passou a espancá-lo. A vítima que continua internada poderá ficar com sequelas da agressão.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia