Publicidade
Publicidade
Publicidade
Caixa e Prefeitura liberam R$ 872 mil à vítimas da enchente
470 pessoas sacaram R$ 6,2 mil de contas vinculadas do FGTS; Caixa ressarciu 7 contratos de casa própria
Caixa e Prefeitura liberam R$ 872 mil à vítimas da enchente
SACADO – Mais de 400 pessoas atingidas pela enchente sacaram R$ 618 mil do Fundo de Garantia - (Foto: Gabriel Cochi/ OECO)
A agência local da Caixa Econômica Federal e a Prefeitura Municipal liberaram R$ 872 mil para pessoas atingidas pela enchente que inundou parte de Lençóis Paulista entre os dias 12 e 13 de janeiro. Os saques e liberação de aluguel social, ajuda locação e materiais de construção ocorreram entre os meses de abril e maio.
Segundo a nota divulgada pela assessoria de imprensa da Caixa, em Bauru, a pedido da reportagem, foram efetuados 470 saques de contas vinculadas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, no limite permitido de até R$ 6.220,00 para os casos de calamidade, em um montante de R$ 618 mil.
Além dos saques do FGTS, a Caixa Econômica Federal ressarciu 7 financiamentos habitacionais no valor de mais de R$ 122 mil, ainda segundo a assessoria de imprensa da CEF. Em um dos casos, o imóvel foi ressarcido no valor total. O prazo para as pessoas requererem o saque de até R$ 6.220,00 das contas vinculadas do FGTS termina na próxima quinta-feira (16).
 
Prefeitura
Por conta das exigências dos requisitos necessários previstos em Lei para liberação de ajuda às pessoas atingidas pela enchente, a Prefeitura Municipal é mais limitada na liberação de recursos, mas também atendeu às famílias que se enquadraram às exigências.
O Conselho de Habitação de Interesse Social criou três benefícios aos atingidos: aluguel social durante seis meses, no limite de até 2 mil, para famílias que não tinham como retornar para casa.
Ajuda de locação até R$ 2 mil (inquilino em residência atingida pela enchente com renda de até três salários mínimos na família) e entrega de material de construção de até 2 mil reais (exige renda até três salários mínimos, ter apenas um imóvel atingido pela enchente)
Ao todo, segundo Elizabeth Athanásio, diretora de Assistência Promoção Social, vinte e oito pessoas receberam ajuda com material de construção, totalizando R$ 56 mil. Trinta e sete famílias receberam ajuda de locação, totalizando R$ 74 mil e um aluguel social até o limite de R$ 2 mil, em um total de R$ 132 mil.
comentários 0 Comentário
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.
  • Ainda não há nenhum comentário para a matéria. Seja o primeiro!
Publicidade
Publicidade

Todos os direitos reservados © Jornal O ECO 2017 - oeco@jornaloeco.com.br - telefone central: (14) 3269-3311

desenvolvido por Natus Tecnologia